Nosso super mercado1
Brasil

Deputado diz que Rondônia está sem kits para o teste do Coronavírus; Governo Federal mandou apenas 15

Geral

23/03/2020 14h41
Por: Admin
Fonte: O OBSERVADOR
77

Porto Velho, RO - O deputado estadual Adailton Fúria fez um alerta na rede social nesta segunda-feira dando conta que o Estado está sem kits para o teste do Coronavírus. Segundo ele, a situação está sendo ocultada pelas autoridades públicas e sua intenção não é criar pânico, mas dar ciência à população sobre o que vem acontecendo.

Ele ressaltou que obteve a informação durante conversa na tarde de domingo com a Secretaria Municipal de Saúde de Cacoal, sobre os 14 casos que da doença já notificados. Ele disse que a situação é preocupante e que o Governo deve dar uma resposta imediata à população sobre o que está acontecendo.

A secretária da pasta, ao responder sobre o questionamento do deputado sobre o resultado das amostras coletadas disse que os ´casos sequer foram analisados´ e que apenas estão sendo feitas as análises de Porto Velho (e alguns de Ariquemes), que é aonde está a maior população do Estado, e onde já houve três casos confirmados.

“Imagina quando for feito todos esses levantamentos. São mais de 160 casos suspeitos em todo em Rondônia”. Para o deputado, o que mais preocupa é que, ele ligou para os 23 deputados estaduais e todos foram unânimes em afirmar que em seus municípios também não há notícias sobre os resultados de seus exames.

Pior ainda, segundo o deputado, foi a conversa que teve com o secretário estadual de saúde, Fernando Máximo sobre a situação, que revelou uma situação ainda mais preocupante: não há kit para fazer exame de todo mundo, não tem possibilidades para fazer todos esses exames, não existe kits no País para fazer todos esses exames.

Alguns testes rápidos foram oferecidos pela Coreia do Norte, mas segundo o parlamentar, “sabe-se lá quando esses testes chegarão aqui pelo Brasil”, disse o deputado.

“Estamos desguarnecidos de uma resposta positiva por parte do estado de Rondônia. Um pouco por inoperância e outro por falta de estrutura no país, para que que o estado dê uma resposta rápida a população”, disse.

O deputado lembra que na última sexta-feira 20.03, a Assembleia Legislativa aprovou o Decreto de Calamidade Pública, que permitirá o Governo do Estado adquirir kits, leitos de UTI, e o que precisar para o combate e tratamento da doença, mas é necessário que primeiro, se saiba onde estão esses casos. Segundo fontes do jornal O OBSERVADOR o Governo Federal encaminhou para Rondônia apenas 15 Kits de testes e estes já acabaram.

“O Hospital Heuro, população, em Cacoal, não tem condição de atender a demanda em caso de Pandemia em Rondônia. O mesmo acontece com o Hospital João Paulo II, em Porto Velho.

Nos próximos dias, teremos liberados 260 leitos de UTI em todo o Estado, em hospitais públicos e particulares, um número insuficiente para uma população e mais de um milhão e meio de habitantes. Se 1 por cento da população de Rondônia contrair o vírus, teremos mais de 15 mil pessoas infectadas”, considerou o parlamentar.

Para o deputado, os três casos confirmados no Estado são subdimensionados porque todas as amostras não foram analisadas. Nos poucos casos já examinados, três já se confirmaram. Enquanto isso, diz o deputado, a população continua se aglomerando em feiras e supermercados, subestimando uma situação que pode ficar muito pior.

“O negócio é sério. Fiquem em casa. O Executivo e o Estado têm colaborado para facilitar o combate, mas se a população não fizer sua parte, tudo será em vão”, completou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.