Nosso super mercado1
Brasil

Vídeo: Presa a mulher que encomendou bebê arrancado da barriga da mãe

Rondônia

23/10/2019 23h23
Por: Admin
Fonte: rondoniagora

Cátia Barros Rabello, 34 anos, foi presa na tarde desta quarta-feira (23), por Policiais da Delegacia de Homicídios de Porto Velho. Ela é acusada de participação na morte da jovem Fabiana Pires Santana, 23 anos, e do filho dela Gustavo Henrique Pires Maciel, de 7 anos. O crime aconteceu na tarde do último sábado (19), em uma área utilizada para a extração de barro em um loteamento, na Estrada dos Japoneses, Zona Sul de Porto Velho. Um adolescente de 15 anos, que é filho de Cátia, está apreendido na Unidade de Unidade de Internação Provisória, juntamente com outros criminosos envolvidos. Cátia encomendou o bebê arrancado do ventre de Fabiana

 

 

Na tarde desta quarta, policiais realizaram diligências em um garimpo no Rio Madeira onde Cátia estava. Ao avistar os investigadores, ela tentou fugir, mas foi rendida e capturada.

 

Segundo a delegada, Leisaloma Carvalho, Cátia disse em depoimento que sua participação no crime foi de entregar as luvas usadas pelos menores para arrancar o bebê do ventre da mãe. Ela disse ainda que tinha interesse na criança, já que ela estava forjando uma gravidez.

No dia do crime, a mulher disse que os adolescentes se reuniram em sua casa para arquitetar a morte de Fabiana. A irmã dela teria arquitetado tudo. Ainda na casa, eles providenciaram os objetos usados para matar a vítima.

Cátia disse para a delegada, que já tinha escolhido o nome para o filho de Fabiana. Questionada, sobre o golpe da barriga que ela pretendia da no garimpeiro, disse que não iria se pronunciar.

Ainda em seu depoimento, Cátia afirmou que chegou a levar a criança até o garimpo e apresentou para o companheiro. Ele então não acreditou que o filho era dele e mandou ela retornar para a cidade.

Ao ficar sabendo que a Polícia estava procurando o bebê, Cátia voltou para o garimpo. Nesse dia, ela ainda furtou o aparelho celular do piloto da voadeira que iria leva-la ela até o local onde acabou capturada. O pilotou a denunciou para a Polícia.

A mulher foi encaminhada para a delegacia, prestou esclarecimentos para a delegada, e foi encaminhada para o presídio, onde ficará à disposição da Justiça.

Crimes bárbaros

Na terça-feira (22), a delegada Leisaloma Carvalho, informou que uma menor de 13 anos confessou ter matado a irmã e o sobrinho em uma área de extração de barro em loteamento na Capital.

Ela não está arrependida e friamente narrou como tudo aconteceu, segundo a delegada. A motivação para ter matado a irmã, Fabiana Pires Santana, 23 anos, é que ela era repreendida em casa. Mas narra ainda, que teria sido abusada pelo companheiro da irmã.

Fabiana, que estava grávida, foi atraída para o local pelo adolescente de 15 anos, e atacada a pauladas e golpes de faca na região do pescoço e peito pela irmã de 13 anos. Antes de morrer, ela teve o filho arrancado a força da barriga, pela própria irmã assassina.

O bebê foi levado pelo adolescente de 15 anos, que planejava ajudar a mãe a dar um golpe em um garimpeiro. "A mãe do menor sabia de tudo o que estava sendo armado. O adolescente contou, que Cátia Barros namorava um garimpeiro, e teria pego a criança para dizer que o bebê tirado da Fabiana seria dele", detalhou Leisaloma.

A assassina disse ainda, que agrediu a pedradas o sobrinho Gustavo Henrique Pires Maciel, 7 anos, e em seguida jogou o menino na lagoa próximo onde a mãe dele foi encontrada morta. A criança não sabia nadar. "Os dois já tinham levado para o local todos os objetos usados no crime, uma barra de ferro, uma faca e um estilete usados para tirar a criança da barriga da vítima", disse a delegada.

 

 

 
 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.