Nosso super mercado1
Geral
Governo Marcos Rocha confirma que já preencheu 4.673 cargos comissionados, número maior do que o citado pela imprensa; sobraram apenas 796 CDS
Os de maior valor já foram todos preenchidos, muitos pelos colegas de farda do governador, que é coronel reformado da Polícia Militar. A mulher e até a ex-mulher dele também foram beneficiadas com cargos comissionados no Governo.
20/03/2019 18h54Atualizado há 1 mês
Por: Admin
Fonte: TUDORONDONIA
105

O governador Marcos Rocha (PSL) já nomeou 4.673 cargos comissionados de um total de 5.469 existentes, sobrando, apenas, 796 CDs a serem ocupados, todos com valores menores. Os de maior valor já foram todos preenchidos, muitos pelos colegas de farda do governador, que é coronel reformado da Polícia Militar. A mulher e até a  ex-mulher dele também foram beneficiadas com cargos comissionados no Governo. 

A informação sobre o número atualizado consta de um documento encaminhado pela Casa Civil do Governo de Rondônia  ao deputado estadual Adelino Follador (DEM), que havia encaminhado requerimento ao Poder Executivo solicitando o quantitativo de funções gratificadas já ocupadas na  atual gestão.

Marcos Rocha diz, em sua página no Facebook, que não nomeou a quantidade de cargos citada por alguns órgãos de imprensa, entre os quais, este Tudorondonia,  mas é desmentido pela Casa Civil, como mostra o ofício enviado ao parlamentar.  

No dia 20 de fevereiro, o Tudorondonia publicou que o governador já havia nomeado 4.094 comissionados.

 Sem especificar números, o governador desmentiu a informação e disse que, em sua administração, caiu a quantidade  de ocupante de cargos de CDS. Agora a Casa Civil informa que já nomeou até mais que a cifra citada na reportagem.

PROMESSA DE CAMPANHA

Durante a campanha eleitoral, uma das principais promessas do então candidato Marcos Rocha era enxugar a máquina administrativa, diminuindo o número de cargos de confiança.

Menos de três  meses depois da posse, Marcos Rocha não cumpriu a promessa. Pelo contrário

 

Marcos Rocha pretende criar mais cargos, desta vez na falida Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd).

Ele enviou mensagem à Assembleia criando cargos na Caerd com valores que vão de R$ 4.500,00 a R$ 8.500,00, sem concurso público.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários