Nosso super mercado1
policia
Em Cacoal, 14 fogem de presídio, após cavarem túnel
Brasil
20/03/2019 18h46Atualizado há 1 mês
Por: Admin
Fonte: rodoniaagora
113

A fuga de 14 presos foi registrada pela Polícia Militar na madrugada desta quarta-feira (20) no mini presídio de Cacoal. Os apenados cavaram um túnel, de aproximadamente quatro metros, pularam o muro e fugiram. Até o momento, oito detentos já foram recapturados. A maioria cumpre pena por roubo e homicídio.

 

Os fugitivos foram identificados como Douglas Vinícios dos Reis Rodrigues, Scheilziel Santos Nascimento, Ueslei de Souza Ferreira dos Santos, Hilquias Neizel Plaster, Euchésio Ferreira dos Reis, Leandro da Silva Gomes, João Carlos Pereira Neves, Bruno Henrique da Silvam, Diemerson Cristiano Alves Fretias, Fernando dos Santos Teixeira, Helclis Alves Pinheiro, Joseílton dos Santos Moura, Rafael da Silva Costa e Zaqueu Alves de Souza. 

De acordo o boletim de ocorrência, os agentes penitenciários informaram que receberam uma denúncia relatando que estaria acontecendo uma fuga no presídio.

Os agentes foram averiguar a denúncia nas dependências do presídio e encontraram uma corda artesanal feita com lençóis amarrada no muro ao lado da guarita que dá acesso ao pátio da Polícia Civil.

Ao fazer uma varredura no local, os agentes encontraram o túnel por onde os apenados teriam fugido. A Polícia Militar, com o apoio de agentes penitenciários iniciaram os patrulhamentos para localizar os fugitivos. 

Minutos depois foram recapturados Douglas, Scheilziel e Ueslei tentando fugir em um taxi com destino ao município de Ministro Andreazza . Já no município de Pimenta Bueno foram capturados, Hilquias e Euchésio também dentro de um taxi tentando fugir para a cidade de Vilhena. Helclis Alves Pinheiro também

Os patrulhamentos continuaram e mais dois fugitivos identificados como Leandro e João Carlos foram encontrados na rodoviária de Cacoal.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários