Nosso super mercado1
policia

VIDEO: IDENTIFICADO CASAL VITIMA FATAL DO ACIDENTE DE TRÂNSITO OCORRIDO NA RO 133

Brasil

15/03/2019 20h16Atualizado há 6 meses
Por: Admin
Fonte: Machadinho On line
751

Foram identificadas as vítimas fatais de um trágico acidente de trânsito ocorrido na manhã desta sexta-feira, 15, onde uma motocicleta colidiu frontalmente com um Fiat Pálio, em uma curva na RO 133, há 20 km da zona urbana de Machadinho D’Oeste-RO.

O casal que trafegava na motocicleta seguia sentido distrito de 5°Bec, após o violento impacto, foi lançado em meio a uma pastagem, tiveram múltiplas fraturas e morreram e consequência das lesões. O condutor da motocicleta João César e sua esposa que vinha na garupa, Juscilene Moraes, eram moradores do município de Machadinho e deixam uma filha de 01 ano de idade.

Um grave acidente de trânsito ocorreu na manhã desta sexta-feira, 15, na RO 133, há cerca de 20 km do município de Machadinho D’Oeste-RO.

A colisão frontal que envolveu um veículo Fiat Pálio, cor branca, Placas OHU 0687, de Porto, Velho-RO e uma Motocicleta, aconteceu em uma curva e resultou na morte instantânea do casal ocupante da moto, que foi lançando em meio a uma pastagem e teve muitas fraturas. Após o violento impacto a motocicleta incendiou e o carro capotou várias vezes.

O automóvel era conduzido por um funcionário da saúde do município de Machadinho que voltava da capital com sua família, a esposa fraturou um dos braços, uma senhora e uma criança sofreram apenas escoriações, mas foram conduzidas ao hospital para serem avaliados por um médico.

 

As causas do acidente são desconhecidas. A área do acidente foi isolada pela PM e será examinada pela perícia criminal de Jaru. As vítimas fatais até o momento não foram identificadas. 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários