Nosso super mercado1
Geral
Deputados tentam aprovar “pacote contra Moro” ainda este ano
Brasil
08/10/2018 12h28Atualizado há 5 meses
Por: Admin
Fonte: Jarbas Aragão
119

O juiz Sérgio Moro está licenciado até o final do ano e saiu da Lava Jato após sua nomeação para ser o próximo Ministro da Justiça, a convite do presidente eleito Jair Bolsonaro. O Partido dos Trabalhadores tenta “melar” a indicação, alegando que o magistrado responde a um processo da sigla contra ele no Conselho Nacional de Justiça.

Ao mesmo tempo, um grupo de parlamentares de diversas legendas está tentando convencer o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, “a votar projetos que alteram a legislação de delação premiada, caixa dois e a prescrição de crimes de improbidade.”

A pressa deles em realizar a votação antes do final do ano deve-se ao temor de que as leis “endureçam” após a posse do novo Congresso, que tem um perfil mais conservador. Muitos dos novos deputados e senadores se elegeram com um discurso de combate à corrupção.

Uma dessas propostas modificaria os termos da lei sobre uma delação, que só terá validade com a apresentação de provas e se o colaborador tiver participado diretamente dos fatos. Ou seja, não valeriam mais relatos sobre conhecimentos sobre um crime.

Também pode ser aprovada uma lei que altera o entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre “crimes contra o erário”. Em agosto a Corte havia decidido que as ações de ressarcimento são “imprescritíveis” nesses casos.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários