Quinta, 17 de janeiro de 2019
(69) 992851851 - 993838164
Brasil

13/01/2019 ás 09h03 - atualizada em 13/01/2019 ás 10h03

75

Admin

Rondônnia / RO

Empresária é processada pela prefeita de Cacoal por ataques no Facebook e WhatsApp; Confira ação na íntegra
Brasil
Empresária é processada pela prefeita de Cacoal por ataques no Facebook e WhatsApp; Confira ação na íntegra

Porto Velho, RO – A prefeita de Cacoal vem sofrendo uma série de ataques nas redes sociais nos últimos dias, mas resolveu acionar na justiça através de uma Ação de Obrigação de fazer com indenização por danos morais decorrentes de dano à imagem com pedido de liminar, contra a comerciante Luciane Alves, grupo de WhatsApp Depressão Cacoal e  Facebook Serviços Online do Brasil LTDA.


Na ação é relatado que no dia  08 mês de janeiro de 2019, às 16:18 h, foi publicada uma Live, na página do Facebook da DEMANDADA, cuja URL https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=527698344387607&id=100014423375168 ( Direção eletrônica pela qual se acessa o conteúdo noticiado) proferindo verdadeiros impropérios contra a pessoa da Prefeita Municipal de Cacoal, ora demandande, sendo que posteriormte o mesmo vídeo foi publicado no grupo de WhatsApp Cacoal Depressão, administrado pela requerida, que inclusive se intitula a “Imagem do grupo”.


Já no grupo de WhatsApp, intitulado (Cacoal da Depressão) fundado especificamente para proferir insultos (não críticas) a figuras públicas do município, administrado pela demandada, vários áudios de autoria da requerida são postados, de tempos em tempos, todos eles, ainda que sob o pretexto da crítica legítima e regular, contendo insultos e afirmação extremamente ofensivas a imagem da mandatária municipal.


A demandada sob o palio de cidadã indignada, publicou e incentivou que compartilhassem o referido vídeo bem como os demais áudios por ela postados no referido grupo, onde ofende a honra e a imagem da requerente, pois as criticas não se limitaram a Administração pública de Cacoal, mas sim configuraram calúnias, injurias e difamação contra a pessoa da demandada.


No vídeo, a demandada dentre outras afirmações “Essa prefeita não tem vergonha na cara” , e que a prefeita se vendeu para dois vereadores. Enquanto nos áudios publicados no referido grupo, a demandada afirma que “O Rogerinho está mamando nas tetas da prefeita”.

Glaucione Rodrigues pede em sua ação que o vídeo seja removido do Facebook e pede uma indenização da autora das ofensas no valor de R$ 30 mil reais.


CONFIRA ABAIXO A AÇÃO NA ÍNTEGRA:


FONTE: O OBSERVADOR

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium