Terça, 18 de dezembro de 2018
(69) 992851851 - 993838164

27º

Min 21º Max 28º

Trovoadas

Ouro Preto do Oeste - RO

às 17:12
Brasil

08/10/2018 ás 08h57 - atualizada em 08/12/2018 ás 09h57

65

Admin

Rondônnia / RO

Advogado detido por ordem de Lewandowski afirma: “É uma luta de Davi contra Golias”
Brasil
Advogado detido por ordem de Lewandowski afirma: “É uma luta de Davi contra Golias”

O advogado Cristiano Caiado Acioli tornou-se uma figura conhecida nacionalmente nesta terça-feira (5) após dizer, em um voo de São Paulo a Brasília, ao ministro Ricardo Lewandowski que o “Supremo [Tribunal Federal] é uma vergonha nacional”. O vídeo acabou viralizando nas redes sociais, sendo o caso mais recente do abuso de autoridade constantemente denunciado no país.


Assim que o avião pousou, Acioli, 39 anos, foi levado para a Superintendência da Polícia Federal no aeroporto de Brasília para prestar esclarecimentos. Acabou detido até à noite.


Após ser solto, afirmou ao Correio Braziliense que se considera vítima de abuso de autoridade e irá lutar para que o magistrado que ordenou sua condução seja punido de alguma forma. Contudo, sabe que dificilmente terá sucesso: “É uma luta de Davi contra Golias”.


“Vamos estudar todas as medidas, mas é uma luta desigual. É de um cidadão contra um ministro do Supremo. E a Corte fará de tudo para se proteger. Não tem ninguém acima deles, e eu não sou ninguém”, lamenta.


Sobre sua detenção, Acioli explicou: “Fui conduzido sem ter crime. Não foi me dado uma opção. E eu tive cuidado de me manifestar de forma educada. Além disso, o ministro é uma pessoa pública, ele jamais poderia reagir daquela forma, ele abusou do poder, do cargo. É uma situação inadmissível”.


Contou ainda que tentará pedir o impeachment de Lewandowski. “Essa vai ser minha meta. Pode não dar certo? Pode. Mas eu acho que, agora, tenho de ir até o fim”, destaca. “Uma pessoa pública deve estar disposta a ouvir críticas. O cidadão tem o direito de sentir vergonha, orgulho. Ainda mais quando você se refere a um ente não vivo, como o STF”, encerrou.

FONTE: Jarbas Aragão

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium