domingo, 27 de maio de 201827/5/2018
(69) 992851851 - 993838164
Claro
21º
21º
29º
Ouro Preto do Oeste - RO
Erro ao processar!
Nosso b
BRASIL
Prisão de Lula é 'assunto encerrado', diz Gilmar Mendes
Brasil
Admin Rondônnia - RO
Postada em 13/05/2018 ás 10h50 - atualizada em 13/05/2018 ás 11h50
Prisão de Lula é 'assunto encerrado', diz Gilmar Mendes

A prisão do ex-presidente Lula com base na condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro imposta pelo TRF4 é “assunto encerrado” para o Supremo Tribunal Federal, disse o ministro Gilmar Mendes em entrevista à Bloomberg nesta quinta-feira. Para ele, o petista não tem condições de ser candidato neste ano.

 

 

“Discutimos esta questão do habeas corpus e dissemos que seria lícita a ordem de prisão em segunda instância. O pleno do STF já decidiu a matéria com relação ao caso Lula. Para nós, esse assunto está encerrado”, disse o ministro em entrevista à Bloomberg na última quinta-feira à tarde, em seu gabinete no Supremo.

 

Leia também: 

Odebrecht abastecia setor de propinas com caixa dois de venda de imóveis, diz delator

Planalto deve manter parte da equipe de Lula

Toffoli sinaliza que não pautará prisão em segunda instância antes das eleições

Lutador comemora vitória no UFC desejando prisão perpétua a Lula e é intensamente aplaudido; assista

Juiz Marcelo Bretas diz que matéria da Piauí/Folha, que hospeda agência contra 'Fake News', é fake news

General parabeniza mãe PM que salvou um grupo de crianças e suas mães de um assaltante armado 

Gleisi faltou em quase metade das votações no Senado

'Uso da espada volta a ser necessário para recolocarmos o Brasil no Rumo certo', diz General

Procuradores da Lava Jato criticam decisão de Gilmar Mendes

Petição pelo impeachment de Gilmar Mendes se aproxima de 2 milhões de assinaturas

Presidente da corte Interamericana de Direitos Humanos é acusado de agressão e assédio

 

No dia anterior, Mendes votou contra conceder liberdade a Lula em novo recurso da defesa do petista à Corte, assim como os ministros Luis Fachin, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. De posição contrária à prisão após julgamento em segunda instância, Mendes disse que é preciso manter decisão colegiada:

 

“Não cabe à parte brigar com o todo pela coerência jurídica. O colegiado já disse que a prisão era legítima, não nos cabe mais discutir nesse caso específico do Lula “.

 

No seu entendimento, alguma mudança eventualmente ocorrerá só a partir de julgamento de mérito da decisão em recursos ao Superior Tribunal de Justiça ou ao STF. Com a condenação do TRF4, Mendes avalia que Lula está fora da disputa eleitoral deste ano.

 

“Enquanto houver vida, há esperança, mas, para mim, a inelegibilidade de Lula é aritmética: ele está condenado em segundo grau por crime contra a administração pública”, disse.

 

Segundo Mendes, o PT mantém viva a expectativa de candidatura do ex-presidente porque ele é um “ativo eleitoral significativo” e fundamental para as negociações eleitorais. “O PT não tem um plano B e a forma de galvanizar apoios depende da candidatura de Lula. Há um esforço para retardar o processo. A estratégia se entende, sobretudo, porque o PT está estraçalhado, mas ele não é e não será candidato”, avaliou.

 

Sobre a rediscussão pelo pleno do STF da manutenção da prisão após o julgamento em segunda instância, Mendes disse que não deverá ocorrer agora e que, talvez, o tema volte à pauta após o fim do mandato da ministra Cármen Lúcia, em setembro.

 

“Neste momento estamos nos voltando para outras questões e talvez na gestão da ministra Cármen Lúcia não se discuta mais. Não espere para agora esse debate”.

 

Veja também:

 

 

 


FONTE: politicanarede
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
133
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium