domingo, 27 de maio de 201827/5/2018
(69) 992851851 - 993838164
Claro
21º
21º
29º
Ouro Preto do Oeste - RO
Erro ao processar!
Nosso b
GERAL
Massacre na Nigéria: 39 cristãos mortos e 160 casas incendiadas
geral
Admin Rondônnia - RO
Postada em 27/04/2018 ás 20h31 - atualizada em 27/04/2018 ás 21h31
Massacre na Nigéria: 39 cristãos mortos e 160 casas incendiadas

Os cristãos na Nigéria sofreram um segundo massacre em poucos dias. Segundo testemunhas, muçulmanos da etnia fulani atacaram aldeias no estado de Benue esta semana, assassinando pelo menos 39 pessoas.


Foram vários ataques em todo o estado a diferentes aldeias, como Tse-Umenge, Mbakpase e Tse-Ali, incendiando cerca de 160 casas.


Moradora de Mbakpase, Alice Terwase, explicou que os atacantes usavam roupas camufladas do exército e portavam rifles AK-47, um forte indício que os jihadistas estão sendo patrocinados por algum grupo extremista estrangeiro. “Eles destruíram mais de 60 casas em nossa aldeia e três membros da minha comunidade também foram mortos durante o ataque”, disse a cristã.


“Na aldeia de Tse-Ali, mais de 70 casas foram incendiadas e 21 cristãos foram mortos. As vítimas são da Igreja Reformada Cristã, evangélica, e da igreja católica local.


John Umenge da aldeia de Tse-Umenge, conta que o ataque dos radicais durou a noite inteira e deixou mais de 15 cristãos mortos e 50 casas destruídas.


Richard Nyajo, presidente do Conselho da Região de Logo, relatou outro ataque na quarta-feira, onde sete cristãos foram assassinados dentro da Igreja Africana de Mbamondo. Tristemente, “todos os mortos eram refugiados de ataques anteriores e estavam se refugiando nas instalações da igreja quando foram alvejados.”


O número total de cristãos mortos ainda não foi confirmado pelas autoridades, que continuam insistindo que se tratam de conflitos étnicos e disputa de territórios, ignorando a clara motivação religiosa, uma vez que são muçulmanos atacando cristãos.


A Associação Cristã da Nigéria (ACN) convocou o “Domingo Nacional do Protesto Cristão” em 29 de abril. O pastor Samson Olasupo Ayokunle, presidente da ACN, disse em um comunicado: “O governo deve cumprir sua responsabilidade constitucional de proteger os cidadãos agora. Nenhuma desculpa será aceita sobre estes atos perversos que se repetem e os assassinos devem ser presos e julgados. Estamos chegando a um ponto de ruptura e o caos está tomando conta da nação”. Com informações Christian Post

FONTE: Jarbas Aragão
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium