Sexta, 20 de outubro de 201720/10/2017
(69) 992851851 - 993838164
Trovoadas
24º
27º
32º
Ouro Preto do Oeste - RO
dólar R$ 3,19
euro R$ 3,76
Nosso b
GERAL
Decepcionada com a política, Hillary Clinton deseja ser pastora
pastora
Admin Rondônnia - RO
Postada em 11/08/2017 ás 07h40 - atualizada em 11/08/2017 ás 08h40
Decepcionada com a política, Hillary Clinton deseja ser pastora

Quando era primeira-dama dos Estados Unidos, Hillary Clinton muitas vezes foi vista com a família em igrejas evangélicas. Ela se dizia metodista, mas quando concorreu a presidente no ano passado, veio a público uma série de fatos que desabonam completamente esse pretenso cristianismo.


Frustrada com a derrota, Hillary estaria decepcionada com a política e pensa agora em começar a pregar. De acordo com o pastor Bill Shillady, que acompanha a família Clinton há décadas, esse é um desejo antigo dela.


De fato, segundo Kenneth Woodward, ex-editor da revista Newsweek, desde 1994 ela fala sobre isso, mas tinha medo que seus eleitores não aceitariam.  Mas em diversas ocasiões, ao longo de sua carreira política, foi vista pregando em igrejas.




  Programa que ensina a Bíblia vira febre na Internet




Quando o pastor Shillady, que lidera uma Igreja Metodista Unida em New York decidiu compilar os devocionais que enviou para Hillary durante boa parte de 2016, ele voltou a conversar com ela sobre o assunto.


 

A obra, que recebeu o título Strong for a Moment Like This [Forte para um Momento como Esse], mostra um pouco a fé da mulher que durante décadas foi uma ardente defensora do aborto nos EUA e junto às Nações Unidas.


A verdade é que, para muitos, ela é a face mais conhecida do Partido Democrata, que historicamente combate as ideias conservadoras. Um longo artigo na revista The Atlantic, publicado esta semana, tenta mostrar que Hillary estaria disposta a se “reinventar”. A notícia foi recebida com ceticismo e crítica por parte da imprensa cristã americana.


 

Um dos motivos para isso é o fato dela ter escrito, na faculdade, sua tese sobre Saul Alinsky, ideólogo da esquerda radical que dedicou seu livro a Lúcifer. Por causa disso, o médico evangélico e então candidato Ben Carson, deu a entender em um discurso que Hillary tinha ligações com o satanismo.


Para piorar as coisas, foi revelado que John Podesta, o homem responsável por dirigir a campanha presidencial dela, participava de rituais satânicos.


No passado, Hillary Clinton fez discursos onde insistia que as “crenças religiosas que não estão em conformidade com a agenda progressiva precisam ser mudadas”. Em 2015, chamou as ideias cristãs conservadoras de “preconceitos estruturais”, numa alusão a questões como casamento gay.


Segundo apurou a Revista Atlantic, maior publicação pentecostal dos EUA, Hillary não pretende estudar em um seminário, nem pedir que a igreja metodista a ordene, ela só quer “pregar onde for convidada”.


À imprensa, o pastor Shillady revelou que sua ovelha estava decepcionada com a política e atualmente “Hillary está se tornando uma versão mais pura de si mesma: uma mulher cuja maior ambição é ensinar as Escrituras na igreja”.rocurada, a assessoria de Hillary disse que não desejava comentar o assunto.

FONTE: Jarbas Aragão
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
133
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium